Escadraçar

Foi o que o Sr. Custódio teve de fazer a algumas pedras do caminho, junto ao muro, que estavam demasiado salientes. Algumas eram realmente esboroáveis, que mais pareciam saibro bem compactado; outras eram de tal forma duras que a marreta saltava para trás com tanta força como a com que era arremessada contra a pedra. Trabalho violentíssimo, este.

2 responses to “Escadraçar”

  1. garzeta says :

    Confesso que é a primeira vez que vejo essa palavra…
    Olha, as pedras são de granito, certo? É que há tempos aprendi com uma amiga geóloga que quando o granito está a esboroar se chama “granito podre” e que esse “apodrecimento” resulta do facto de a água circular em pequenas fissuras no interior do granito. Com o aquecimento e arrefecimento (por vezes até congelamento…) dessa água o granito sofre alterações físicas e químicas… Também ouvi a expressão “granito podre” há muito pouco tempo!

  2. luciano says :

    Foi também a primeira vez que ouvi a palavra. Acho-lhe piada à sonoridade quase onomatopeica.
    Quanto ao apodrecimento, espero que não seja contagioso. É que por aqui é tudo granito, do leito do rio, às paredes dos patamares até à casa!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: