Madeira vai!

Os vizinhos do outro lado do rio resolveram vir à margem de cá e cortar o amieiro que estava atravessado no rio. Temeriam que, com a cheias, a árvore provocasse alguns estragos na margem deles?
A verdade é que o rio já o arrastou até ao açude, onde ficou encalhado. Este, desde as cheias de 2000 que está desdentado, com algumas pedras em falta, provavelmente por ter sido embatido por outros OFNIS*. Não percebo muito bem a atitude, até porque “metade” deste açude lhes pertence!

*objectos flutuantes não identificados

Anúncios

Trackbacks / Pingbacks

  1. QdM » Amieiro renascido - 11/15/06

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: