Curtir as azeitonas

Este ano a produção de azeitonas é bem razoável. Mesmo com a forte seca deste Verão, as oliveiras provaram que estão cá para os dias quentes.
No fim de semana vamos ter ajuda para plantar as árvores novas e acho que vou acrescentar esta tarefa surpresa: varejar as azeitonas.

Já há uns anos tentámos curtir uma azeitonas que tínhamos trazido de Macedo. Tentámos e falhámos redondamente. Esquecêmo-nos de mudar a água, acabou por ganhar bulor e foi tudo para a compostagem. A receita que conheço é usar água, sal, loureiro e sumo de limão. Não sei ainda é a periodicidade da mudança da água.

24 responses to “Curtir as azeitonas”

  1. Benvinda says :

    A Receita que veio de Valpaços e resultava:
    Durante os três primeiros meses, colocar em água com um limão e mudar a água de oito em oito dias. A partir daí é que se tempera com sal, loureiro, alho e sumo de limão.
    Depois é só mandarem uma amostra para aprovação…

  2. luciano says :

    Uau! Três meses! Não fazia ideia que era tanto.
    Muito bem. Vamos lá a ver o que sai desta vez.

  3. Luciano says :

    Estive entretanto a falar com o Sr. Manuel que me atirou com o ditado “quem colhe a azeitona antes do Natal, deixa metade do azeite no olival”. De facto, reparando melhor, há uma percentagem razoável de azeitonas que estão ainda verdes.
    Dizia também o Sr. Manuel que a azeitona para curtir deve ser apanhada à mão, não verejada, para não ficar pisada. Daí que, se calhar, seja melhor fazer várias apanhas, começando para já com as mais maduras. Vai dar é um trabalhão.
    Segundo ele, a curtição ou talha pode ser feita com água, sal, limão, orégãos e alho, sempre na mesma água durante um mês e meio. Confrontado com a receita da Benvinda diz que prefere as azeitonas com o sabor mais ácido. Deduzo portanto que as mudas da água sejam para diluir o travo.

  4. Citra says :

    Boa tarde,
    As azeitonas de ripar, ou seja, as que se curtem, são apanhadas nesta altura e as de azeite é que são pouco antes do Natal, mais cedo ou mais tarde consoante o amadurecimento e o ano. Pelo menos é assim que acontece em Mogadouro.
    A muda de àgua às azeitonas pode ser feita de acordo com a rapidez e a acidez que se queira. Se se quiser que fiquem rapidamente prontas a comer, deve-se mudar a àgua às azeitonas diariamente, colocando sempre sal, loureiro e uma laranja ou casca (à moda de Mogadouro). Se se quiser que demorem o tempo normal, muda-se uma vez por semana e vai-se provando até se considerar que estão no “ponto”.
    Já experimentou fazer alcaparras? São feitas com a azeitona de ripa, tira-se o caroço e o processo de mudas de àgua é em tudo semelhante ao das azeitonas “normais”.

  5. Luciano says :

    Citra, obrigado pela informação. Definitivamente vou experimentar também curti-las à moda de Mogadouro.
    Fiquei baralhado com as alcaparras mas já percebi a diferença.

  6. Citra says :

    Agora existem umas máquinas para fazer alcaparras que tiram o caroço e as azeitonas não se desfazem. Acredite que são uma maravilha.

  7. Luciano says :

    Estou tentado!

  8. Armanda says :

    Olá
    também estou a estrear-me na curtimenta e hoje disseram-me que :
    Curtir para usar a curto prazo: 1º golpear a azeitona e colocar em água mudando todos os dias durante 15 dias usando água da chuva ou do poço. Depois temperar a água com sal, limão, louro e alho (não é deitar sal na água, é dissolver o sal na água e usar a água salgada sem sal no fundo).
    Curtir para usar ao logo do ano (conservar): não cortar a azeitona e deitar-lhe água salgada,louro, limão e alho. Tapar e não mudar a água. Vai-se depois retirando à medida que se precisa mas só se começa a retirar depois de pelo menos 3meses.

  9. J. de Carvalho says :

    Também eu tenho curtido azeitonas. Algumas retalhadas da maneira relatada pela Armanda sendo muito importante que se escolham azeitonas completamente maduras e que a água não seja tal como vem da torneira -por causa do cloro- Eu costumo aquece-la -não é necessário que ferva- e depois deixa-la esfriar antes de meter as azeitonas mas é claro que se se puder usar água de um poço ou da chuva será, talvez, ainda melhor. Utilizo os mesmos ingridiente referidos pela Armanda acescentando apenas orégãos -bastantes-. Devem comer-se em pouco tempo -não ultrapassar uma semana-.
    Agora para curtir as azeitonas que devem comer-se durante todo o ano e faço o curtimento bastante diferente daquela . Na verdade faço mais ou menos igual ao das retalhadas com a diferença que demoro mais tempo -cerca de um mês- porque uso azeitonas ainda um pouco verdes mudando todos os dias a água.
    Na verdade no último ano as coisas não me correram muito bem com as azeitonas não retalhadas . Sabem muito bem mas estão moles o que é desagradável. Dizem-me que talvez seja porque abusei do limão e da laranja -que também costumo usar- Será?
    Saudações
    gdec

  10. Luciano says :

    Tenho procurado informar-me sobre as formas de curtir as azeitonas mas deparo-me com tantas receitas e métodos diferentes que fico sem grandes certezas. Obrigado aos que aqui têm deixado o seu contributo.

  11. francisco ferreira says :

    A minha vizinha, melhor conhecida por tia Isaura, que tenho por especialista na curtição, contou-me, em tempos, que a melhor forma de a realizar consistia em aproveitar, para o efeito, a chamada “agua de escoar as batatas” (quer-se dizer, água e sal, com algumas achegas, advindas da cultura da batata), depurados no facto de terem sido levados ao ponto de ebulição.
    Não pretendendo pôr em causa a bondade da tecnica da Tia Isaura, desta feita, vou antes socorrer-me da receita acima enunciada da Benvinda (certamente que também faz jus ao bom nome que lhe assiste), para proceder à curtição de uns poucos Kgs de azeitona, que andei a seleccionar, no fim de semana passado).
    Se tudo correr bem, admito poder vir ao vosso encontro, para vos relatar os resultados conseguidos.

  12. Ana says :

    Chegeui aqui por andar à procura de uma técnica definitiva porque de um ano para o outro nunca me lembro do que resultou bem e do que falhou. Vejo que todos trazem algumas dúvidas em vez de certezas mas vou deixar a minha achega.
    A receita de que me lembro de pequena, da zona saloia, exigia a mudança de água todos os dias por uma semana a 15 dias. Só depois se temperava.
    Já me aconteceu ficarem moles depressa e creio que além do limão a mais se deveu a sal a menos.
    O meu tempero leva sal, alhos e Nêveda em vez de oregãos, com medo do limão a mais por vezes nem o ponho.
    No Algarve, onde moro actualmente, até há azeitonas que só levam sal, em grande quantidade, sem abrir e sem estarem dentro de água.

  13. Solange says :

    Olá,,gostei de todas receitas…mas estou fazendo o seguinte: lavei as azeitonas e coloqueiem um recipiente, com agua , sal, oregão, coloquei meio limão , e caldo de uma laranja…pretendo trocar essa mistura a cada dois dias…. se der certo escrevo e falo sobre ……por favor me mandem opiniões..vou adorar…

  14. José Lérias says :

    Olá. Há dias, em Trás-os-Montes, apanhei uns 2 ou 3 quilos de azeitona. Ensinaram-ma a retalhá-las (fazer 2 ou 3 golpes com uma faca) e pô-las de molho em água que não seja da torneira, mudar a água todos os dias durante uma semana ou até ficarem sem o sabor muito amargo e depois adicionar sal, louro e alho. Aconteceu que ao fim de 5 ou 6 dias ficaram todas moles e a desfazerem-se e tive que as deitar fora! O que será que falhou? Obg

  15. Luís says :

    Para fazer os golpes nas azeitonas existem uns canudinhos com 3 pequenas laminas no interior e que se vendem por ex. na zona do Douro (Régua, São João da Pesqueira, etc.).

    As azeitonas ficaram moles em 5 ou 6 dias: seriam demasiado maduras?ou a qualiade não seria a mais adquada? Há também quem mude a água diariamente mas sempre salgada…

  16. José Moura Pereira says :

    Hoje fui almoçar a casa dos meus pais em Freamunde; ao reparar numa oliveira nova carregadinha de azeitona, colhi por impulso uns bons dois Kilos. Agora em casa, a retirar as folhas e com o “Porrão” de barro lavado, vi quão longe estou da minha infancia, quando ao lado do pipinho do vinagre havia sempre um porrãozinho de azeitonas – como é que se faz isto? Pois tive a sorte de me deixar conduzir até este blog e aprendi e recordei muito mais do que a curtir azeitonas. Obrigado.

  17. Ferreira da Silva says :

    Fiquei um pouco baralhado com as várias maneiras de curtir a azeitona.
    Vou experimentar uma delas e, dependendo dos resultados darei noticias.

  18. Camilo says :

    Olá,
    este ano vou curtir pela primeira vez azeitonas.
    Apanhei um balde de azeite com cerca de 20 nkilos numa oliveira que tenho no meu jardim.
    São de calibre acima da média, então vou arriscar curtir a azeitona com as dicas que aqui li neste forum.
    Por isso quero agradecer desde já a todos pela ajuda me prestada…
    Obrigado!
    Camilo Oliveira

  19. francisco says :

    ola sou do minho e tambem cotumo curtir azeitonas para consumo proprio. o metedo que utilizamos para as apanhar e ripar uo seja apanhar a mao.depois metemos as azeitonas em agua do poço ou da fonte com um pouco de sal em media uma colher de sopa cheia de sal grosso por cada cinco litros de agua, mudamos a agua sete em sete dias durante sete semanas,so apartir da sexta semana e que metemos limao as rodelas,louro e alhos descascados. nota nunca se deve meter a mao na agua das azeitonas,para tirar so com colher de madeira ou plastica.pois caso contrario ficam moles e estragan-se, nunca colher de aluminio ou inox. para guardar se for muita quantidade pode-se por exemplo meter as azeitonas num garrafao de agua de cinco litros cobertas de agua com uma colher de sopa cheia de sal mais nada.fecha-se o garrafao com a tampa,e quando for para consumir tempera-se ao gosto por exemplo com limao e alho ou oregaos etc. dizem que assim guardadas aguentam mais de seis meses. por ca e assim, bom apetit

  20. Manuell says :

    Gostei muito da discussão sobre fabricação da Azeitona. Foi a primeira
    informação na net que me deu aquilo que queria.
    obrigado e até em breve.

  21. PedroPi says :

    Boas. Tambem tenho um recipiente de 30 litros que me deram. Disseram-me para nao o tapar nem mexer com a mao.
    Alguma sugestao?
    Obrigado

  22. Beto says :

    Olá, plantei há alguns anos duas oliveiras no meu sítio aqui em barbacena, região das Minas Gerais (Brasil), pela primeira vez elas estão cobertas de flores e me parecem que os frutos vão vingar, espero saber curtilas para o nosso consumo.

  23. ftrindade says :

    ola, costumo comprar zeitonas no supermercado, mas daquelas que já têm alguns ingredientes, folhas, cebolinhas, bocados de pimento, tomate, alho. etc.
    mas, em casa aplico o meu “toque”
    passo por água, cubro de azeite de Moncorvo que é do melhor que existe, trituro com faca coentros e oregão ( fresquinhos , plantados por mim ).
    salpico com alho moído, deixo repousar alguns dias 4/5.
    depois é só consumir
    todos dizem que é uma delícia.
    Este ano amigos deram-me alguns kilos de azeitona.
    antes, estava conservada em latões fechados ( escuros ), com água laranja (cascas ) louro e penso que mais nada.
    trouxe para casa, lavei coloquei num garrafão de agua, adicionei os mesmo produtos e mais um pouco de alho, agora vou esperar umas semanas, para ver o resultado
    mais tarde direi como ficou, abraço
    ft

Trackbacks / Pingbacks

  1. QdM » Novo pomar (P4) - 11/13/06

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: