O fundo do poço

No patamar das oliveiras temos um poço. Esta pode ser uma explicação para a resistência destas árvores à seca.
Não sei a sua profundidade nem sei em que estado esteja a sua água. Sei que neste patamar antigamente havia uma horta e nela se cultivavam mimos, portanto muita água foi subida de lá de baixo, ao balde.

3 responses to “O fundo do poço”

  1. Luciano says :

    Ao olhar para a fotografia, pensei que deve ser possível calcular a profundidade da água mediante a proporção entre a sua abertura e o respectivo reflexo na água. Quando tiver mais um bocado de tempo vou fazer umas contas.

  2. jorge gomes says :

    que se usem métodos desses para calcular distância de galáxias, tudo bem, não temos alternativa.

    amigo, é bom ter tempo e disposição para pensar em coisas dessas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: