Cobra bébé

Quando o tempo aquece, além das flores, insectos e pássaros, a azáfama chega também à família das cobras. Por esta altura começam a ver-se os bébés da eclosão do Verão anterior. Os adultos são sempre mais difíceis de encontrar, porque fogem, embora alguns sejam mais desinibidos. Destes encontros em primeiro grau normalmente resulta um réptil a rastejar para um lado e um mamífero bípede a correr para o outro, ou pelo menos a ficar com o pêlos eriçados.
O exemplar da foto, que me parece ser uma cobra de ferradura, Coluber hippocrepis, estava enrolada na mangueira de rega. Para ela, uma mangueira destas, de 50 metros lassamente enrolados, é bem capaz de ser a mãe de todas as cobras.

Advertisements

One response to “Cobra bébé”

  1. marta says :

    Pois, está com ar de quem pede a protecção de uma mãe que nunca vai conhecer…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: