Pôr do Sol braseiro…

O tempo vai seco. E frio. Ainda o suficientemente frio para ter que ligar a caldeira, mas não suficientemente húmido para não ter que regar. Da horta, começam a chamar-me.
Segundo o dito de que “pôr do Sol braseiro, no dia seguinte soalheiro”, parece que vou ter de acumular as duas tarefas por mais algum tempo, fogo e água.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: