Salada verde

Um pouco desmoralizado com o estado das coisas lá por fora – quanto menos tempo tenho para acompanhar a quinta, mais ela fica a precisar de atenção e menos vontade tenho de ir lá para fora – resolvi experimentar umas coisas na cozinha: fondue à ‘Louisiana’ acompanhado de batatas doces caramelizadas e quiabos e uma salada verde.

Para os que provaram, gostaram e pediram a receita da salada, é assim:

Ingredientes:

1 dente de alho
1 alface
1/2 pepino
1 pimento verde
6 cebolinhas novas
1 abacate
3 talos de aipo picados
1 raminho de salsa picada
+
5 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre
2 colher de chá de mostarda Dijon
2 colheres de chá de açúcar mascavado
sal, pouco, e pimenta preta qb.

Misturar o molho, partir os ingredientes aos pedaços pequenos e misturar tudo.

Anúncios

6 responses to “Salada verde”

  1. Elsa Castelo says :

    É preciso não esquecer que Maio e Junho foram chuvosos, impediram o trabalho no exterior e favoreceram a invasão tropical das ervas.
    Por isso, não desanimes :):)

  2. Bi says :

    E quando sobrar alguma coisinha…..!!! :-)

  3. Ana Ramon says :

    Olá amigos! Não era melhor darem a receita de tudo? A salada já vi como fizeram. Agora batatas doces caramelizadas com quiabos?? Fondue à Louisiana???
    Ah, e sobre a quinta… bem.. se vissem a minha… é um desespero! Não se vê culturas de nada escondidas com ervas de tudo! Depois o tempo é sempre escasso.. tem que se limpar o mato em volta por causa dos incêndios, tem que se olhar pelo milho também todo abraçado por ervas altas, tem que se apanhar as batatas, os alhos e cebolas ainda estão ao sol à espera de uma mão caridosa que os arranje, a relva precisa de oportunidade para ser aparada e entretsnto continua a crecser ao despique com as ervas que também “pintam” o espaço do jardim, etc, etc.
    Tanto trabalho e continua a parecer uma quinta abandonada! Não desanimem! Por aqui é muito pior :))

  4. Luciano says :

    Obrigado pelo ânimo! Estou a um passo de me converter em ferveroso adepto de jardins selvagens…
    Entretanto publico as outras receitas.

  5. José Rui Fernandes says :

    Para ervas, nem preciso de ir ao Sargaçal — basta-me o quintal e estou como tu, nem me dá vontade.
    O jardim selvagem, ou pelo menos “natural” até nem é má ideia. Na Gardens Illustrated veio um há uns meses, plantado pela Jinny Bloom.
    Um dia que me instale no Sargaçal, sei que não poderei vencer as ervas e conto com a sombra das árvores para me ajudar. Mesmo assim, no bosque os fetos são um problema — atingem uns 2m e verdes até são toleráveis. O pior é que quando secam, o aspecto é decadente e para os incendiar, nem é necessário fósforos. É pólvora autêntica.

  6. neftos says :

    a fotografia deixa transparecer uma deliciosa receita. vou experimentar também esta (mas sem abacate)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: