Ou morcego de papel?

Uma asa de pele e osso parece-me mais de morcego do que de papagaio. De onde virá o nome?

De qualquer forma, depois dos passos anteriores, chega o momento de se cortar o papel. Aqui a ajuda da Susana foi importante, com a sua experiência em talhar tecidos. A ideia é seguir o contorno do fio e deixar uma margem para se poder dobrar e colar. Convém recordar que a tarefa não é de todo linear porque a armação em bambu não é plana – a asa está retesada num arco.

Para ajudar a manter tudo o mais possível no sítio durante o corte, umas molas para prender temporariamente o papel à estrutura são bastante úteis.

Para colar o papel usei cola branca.

Depois de a espalhar com um pincel e dobrar as abas, o papel ficou extremamente frágil, pelo que, entre cada margem, fui-o secando com um secador de cabelo.

No final, ficou com este aspecto, a fazer lembrar um bacalhau – é portanto um híbrido entre papagaio, morcego e bacalhau. Seja como for, a Matilde gostou muito do seu ‘pacagaio’.

Passos seguintes: amarrar os fios de sustentação e ver se voa.

2 responses to “Ou morcego de papel?”

  1. Susana Pinho says :

    Não te esqueças das decorações e respectiva cauda!!

  2. mary says :

    :D
    lindo o “pacagaio”!

    ..estou a gostar do processo também e acho que a Matilde faria umas belas decorações como sugere a Susana!

    Esperamos as fotos do “flight”.
    Mary

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: