Garça-real

A garça-real é uma assídua na paisagem do Sousa. Não desde sempre, que há quem se lembre do rio sem estas aves, mas a acompanhar a tendêndia de expansão desta espécie por toda a Europa.
Apesar de a ver praticamente todos os dias, ou de manhãzinha, quando subo o estore do escritório, ou ao anoitecer, quando saio para carregar a lenha da caldeira, ela é extremamente cautelosa: ao mínimo movimento suspeito a dezenas de metros de distância, levanta voo e desaparece na curva do rio.
Hoje avistei-a pousada nos altos eucaliptos no topo íngreme da margem esquerda e consegui o primeiro registo fotográfico.

A Ardea cinerea alimenta-se de peixes, anfíbios e um ocasional crustáceo.

Advertisements

3 responses to “Garça-real”

  1. Bi says :

    Garças, galinholas, cobras e lagartos… vale a pena viver aí!!!!!

  2. jorge gomes says :

    Bela silhueta.
    Na sequência da nossa última conversa sobre esta ave veio mesmo a propósito. E nada parecida com um símio!

Trackbacks / Pingbacks

  1. llema.com » Garça-real - 12/28/08

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: