Lagarto-de-água

Já o ano passado, sensivelmente por esta altura, tinha visto e fotografado um largarto-de-água. Suponho que em época de acasalamento se tornem mais visíveis e afoitos. Este estava no patamar do rio, em frente aos quartos, a apanhar Sol, refastelado no tronco do salgueiro seco.

Ficou a observar-me enquanto descia lentamente as escadas e me aproximava. Como muitos outros animais, perante uma possível ameaça, optam por se manter imóveis: o cérebro dos predadores é extremamente competente quando se trata de interpretar imagens em movimento, menos a destrinçar padrões numa imagem estática.
Quando, apesar de todas as minhas cautelas, me aproximei demasiado, entrou em acção outra das suas regras de sobrevivência, que é manter-se fora do alcance das mãos – ou boca, porventura – do predador. Disparou numa corrida.

Estacou um pouco mais à frente, de novo a olhar-me, como que a certificar-se das minhas intenções. Não assustei mais o bicho. Só mais uma fotografia e arrepiei caminho.

Advertisements

2 responses to “Lagarto-de-água”

  1. Violeta says :

    Não sabia que havia bicheza assim tão colorida a passear-se em redondezas visíveis. É mto lindo! E as fotos, como sempre, estão fantásticas. :)

  2. Bi says :

    Um lagarto simpático…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: