Morcego

Mais um morcego resgatado da lareira. Foi a gata quem deu sinal.
Quando peguei nele, percebi que estava em bom estado físico: coração a bater com força, respiração rápida e bem notória. Estava assustado mas, pelo menos, ainda com energia.

Ainda assim, deixou-se estar uns bons minutos pendurado nos meus dedos – aliás deu-me tempo para ir buscar a máquina fotográfica e disparar umas quantas vezes. Depois, com um movimento mais brusco, quando descobri que as baterias da máquina estavam quase descarregadas, soltou-se e começou a voar.

Subi os estores, abri a porta de correr da cozinha e fiquei a observá-lo nos seus voos apertados até que, passado um pouco, descobriu a saída.

8 responses to “Morcego”

  1. Bi says :

    O que comerão estes?Fruta ou mosquitos?Parece que gostam de estar aí… São muito fofos, O pelo é muito macio.

  2. Luciano says :

    Os morcegos que há por cá são todos insectívoros.
    E de facto são tão macios!

  3. Rosa says :

    E não tens medo que te morda? Por cá pegamos-lhes sempre de luvas grossas (sempre quer dizer as poucas vezes que apareceram no quintal), porque podem ter raiva, como os cães…

  4. Luciano says :

    sabes que depois de terem descido o tubo da chaminé e passado uns tempos dentro do recuperador a tentar descobrir uma saída, eles estão bastante debilitados – já para não dizer traumatizados. até costumo dar-lhes água na mão!
    mas nunca nenhum me tentou ferrar.
    a verdade é que desconhecia que podiam ser portadores de raiva…

  5. Bi says :

    A raiva, agora só existe nas pessoas!!!…Estes são mesmo morceguinhos…. :-)))

  6. Violeta says :

    uau! q lindo!

  7. neftos says :

    aii que medo. eu não o pegava de certeza.
    não simpatizo nada com esse bicharoco.

  8. ana ramon says :

    Pois.. ia mesmo dizer-te isso.. que podem ser portadores de raiva. Tive um colega que pertencia a um grupo estudante de colónias de morcegos, que passavam o tempo a anilhá-los e que iam sempre com luvas muito fortes para evitar serem mordidos. Mas não me espanta o que contas porque uma vez vi cair um esquilo do alto de um castanheiro e também o fui apanhar ao perceber que o animal estava muito combalido. Aliás o sinal foi dado pela fuga das pulgas dele para mim :)) Estive a tentar aquecê-lo e entreguei-o depois a um veterinário que estava presente. Mas segundo soube dias depois, o animal não resistiu a essa noite. Só mais tarde é que fiquei a saber que a dentada de um esquilo pode ir até ao osso.
    Mesmo combalidos… nunca fiando
    As fotos estão lindíssimas
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: