Milú, não!

Em Ourém está-se bem

Este fim de semana fomos tratar de uma questão difícil: devolver a Milú à sua grande família de origem. Depois de tantos anos a pensar em cães e de finalmente nos termos decidido a adoptar um, foi complicado constatar que afinal não somos compatíveis. Não na nossa família, não nos moldes em que pretendíamos fazê-lo.
Deixa alguma saudade mas tanto nós como a própria Milú ficamos melhor assim.

No regresso, uma retemperante passagem por Ourém.

3 responses to “Milú, não!”

  1. eugenia do vale says :

    Óh!! então?
    Não conseguiram adaptar-se?
    Que pena.
    Ter um animal não é facil mas num espaço assim grande… que pena
    eugenia

  2. hpc says :

    Calculo que seja difícil mas eu considero que foi corajoso. Muito pior seria não ter tomado a decisão agora e arcar com um peso durante toda a vida da Milú.

  3. Diane says :

    É penoso. Antes de termos as nossas actuais cadelas, já tinhamos tido um cão e com 8 meses tivemos que o entregar. Penso que as circustâncias da altura não permitiam. Foi preferivel, mesmo se na altura todos nos sofremos com a decisão. As miudas nunca esqueceram e há um ano atrás fomos visitá-lo. Foi um encontro lindo que já mais esqueceremos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: